Sessão ordinária da Câmara de São Raimundo das Mangabeiras no dia 17 de março de 2014

por adm publicado 20/03/2014 03h00, última modificação 05/04/2019 12h13

Foi realizada na segunda feira, 17 de março, mais uma sessão ordinária da Câmara de São Raimundo das Mangabeiras. Estavam presentes os vereadores: Alessandra Alvarenga, Ailton Costa, Cobra, Emir Alencar, Júlio da Foto Layser, irmão Leonardo, Professor Jessé, Nonato Brito e Socorro Melo.

A Sessão foi destinada a homenagens ao ex-prefeito José Pedro e Silva, que faleceu na madrugada daquele dia. José Pedro foi prefeito de São Raimundo das Mangabeiras entre 1976 e 1982. Em sua trajetória política, José Pedro foi também vereador e vice-prefeito.

O presidente da câmara, vereador Júlio Cesar Alves Costa - Júlio da Foto Layser, abriu os trabalhos lendo o decreto nº 001/2014 da câmara municipal, que decreta luto oficial de dois dias “em virtude do falecimento do senhor José Pedro e Silva, ex-prefeito”.

A câmara emitiu também moção de pesar “expressando manifestação de condolências pelo falecimento do senhor José Pedro e Silva, ocorrido aos dezessete dias do mês de março de 2014”. A moção de pesar destaca algumas obras da gestão de José Pedro, como: “Construção do prédio da Escola Chapeuzinho Vermelho; uma ponte sobre o Rio Neves, no Povoado Canto Grande; um dos pavilhões da Escola São Raimundo Nonato; a Avenida Francisca das Chagas e o primeiro posto de saúde deste município”.

Júlio da Foto Layser convidou os vereadores para irem ao velório, bem como à missa de corpo presente, onde a câmara terá um momento para homenagear o ex-prefeito, perante a sua família.

Vereador Irmão Leonardo

O vereador Leonardo De Sousa Santos - Irmão Leonardo, disse que “São Raimundo das Mangabeiras amanheceu triste pela morte do senhor José Pedro”. Disse que José Pedro, “nos últimos 15 dias, passava por fortes crises renais”. Lembrou que ele ocupou o cargo de vereador, de vice-prefeito e de prefeito entre 1976 e 1982. Irmão Leonardo citou parte do texto bíblico que diz: “há tempo para todas as coisas debaixo do céu e aqui na terra. Há tempo de rir, há tempo de chorar, há tempo de nascer e há tempo de morrer”. Irmão Leonardo, deixou seus votos de condolências aos familiares e aos filhos do senhor José Pedro, disse que “estamos com este mesmo sentimento de tristeza, mas também nos renovamos, quando sabemos que o senhor José Pedro deixou uma família que estará, certamente, contribuindo com o futuro deste município no seu dia a dia” e que a história de José Pedro “estará presente na memória dos mangabeirenses”.

Vereadora Socorro Melo

A vereadora Maria Do Perpetuo Do Socorro Melo Coelho - Socorro Melo,  disse que a morte de José Pedro “é uma perda irreparável para o município”. Disse que José Pedro “era um cidadão de bem, um pai de família exemplar e um grande politico”. Ela deixou as suas condolências, e de sua família, à família do senhor José Pedro. Na sequência, a vereadora Socorro Melo assumiu a presidência e passou a palavra ao vereador Júlio da Foto Layser.

Vereador Júlio da foto Layser

O vereador Júlio Cesar Alves Costa - Júlio da Foto Layser, disse que existe uma ligação muito grande da família do senhor José Pedro com a família dele. Disse que José Pedro foi vizinho da mãe dele. “O meu avô morava de um lado e o senhor grilo, que era o pai dele, morava do outro, onde até é hoje mora a sua filha, a dona Luzia”. Júlio disse que a família de José Pedro “é uma família muito grande, uma família tradicional” no município. Disse que quando conheceu José Pedro ele já tinha sido prefeito, já tinha sido vereador, mas que “sempre foi uma pessoa de gesto humilde”. O vereador relatou que iniciou sua empresa em dos prédios do senhor José Pedro e que a partir dai passou a ter uma relação de amizade com ele. Ele deixou os votos de pesar em seu nome, e em nome de toda a sua família, para a “dona Maria do Zé Pedro e para todos os seus filhos, genros, noras, netos, bisnetos, todos os seus irmãos, enfim para toda a sua família”.

Júlio da Foto Layser disse também que a câmara ofereceu o prédio da casa para que o corpo fosse velado, mas que a família preferiu que o velório acontecesse em sua residência.

A câmara de São Raimundo das Mangabeiras realiza todas as segundas-feiras as sessões ordinárias, a partir das 19 horas. As sessões são abertas ao público.

Todas as quartas-feiras, a Rádio Comunitária FM Rio Neves transmite um resumo das sessões a partir das 11 horas. A rádio transmite na frequência 87,9 MHz, podendo ser ouvida também pela internet em www.fmrioneves.com.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.